TRAGÉDIA - Dourado chora sua segunda maior tragédia

15/03/2013 01:36

 

Fonte: Marcel Rofeal, direto de Dourado

Bandeiras a meio mastro em sinal de luto nos prédios públicos. No Centro Juvenil, cerca de três mil pessoas se reuniram na noite desta quinta-feira (14) para o velório das sete vítimas douradenses do trágico acidente registrado na SP-215, em Ribeirão Bonito, onde oito pessoas perderam a vida e outra ficou gravemente ferida. A cada caixão que chegava, nova comoção tomava conta dos presentes. Dourado sente a segunda maior tragédia em número de vítimas de sua história.

O velório coletivo teve início por volta das 19 horas. Os primeiros corpos a chegar foram os dos senhores Osvaldo Paulo de Oliveira, de 75 anos, e Valdecy Lopes Machado, de 79 anos. Outros cinco corpos chegaram por volta das 22h30, causando certo tumulto. Milhares de pessoas estiveram no Centro Juvenil “São Domingos Sávio” nas primeiras horas de velório e a expectativa é de que outra multidão participe das cerimônias de sepultamento, marcadas para 10h no Cemitério Municipal.

É a segunda maior tragédia registrada na história do município de Dourado em número de vítimas. No ano de 1978, dez moradores morreram em um desastre na rodovia “Professor Luís Augusto de Oliveira”, a SP-215, entre Dourado e o Obelisco. Na ocasião, uma perua perdeu o controle e se acidentou em uma curva, hoje conhecida como “Curva dos Dez”. O acidente desta quinta-feira (14) reascendeu a dor dos moradores mais antigos da cidade, que recordaram a tragédia.

 

Luto Oficial – O prefeito Luiz Antonio Rogante Júnior (PP) e vereadores de Dourado passaram pelo velório das vítimas. Juninho decretou Luto Oficial de Sete Dias no município e declarou ponto facultativo. Aulas foram suspensas e os serviços de transporte interno e de estudantes para outros municípios também só serão retomados na próxima segunda-feira (18). A Prefeitura de Dourado disponibilizou toda assistência às famílias, com médicos e psicólogos para atendê-las.

 

Tragédia – Por volta das 7h, duas vans colidiram frontalmente nas imediações da Fazenda Santo Inácio, em Ribeirão Bonito. Uma delas, com placas de São Paulo, transportava mercadorias e teria invadido a pista contrária, rodopiado e atingido em cheio a outra, que transportava pacientes com destino a São Carlos, onde passariam por atendimento oftalmológico. Com o impacto, o motorista da van de carga, seis ocupantes e o motorista da van de Dourado morreram na hora.

 

Sobrevivente – O único que sobreviveu ao desastre é Ismael da Silva, de 45 anos, que estava na van da Prefeitura de Dourado. Ele foi socorrido em estado grave e levado ao Pronto Socorro Municipal de Ribeirão Bonito. Com fraturas no fêmur e perfuração no baço, foi transferido para a Santa Casa de São Carlos, onde passou por duas cirurgias. De acordo com informações, ele está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas o estado de saúde é estável.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!