SOB CUSTÓDIA - Rodada vai, rodada vem...

11/03/2013 23:45

 

Já temos time grande campeão este ano. O sempre glorioso Botafogo de Seedorf sagrou-se campeão da taça Guanabara. Título para uma diretoria que sempre promete um grande projeto, mas fica devendo no fim do ano. Chegou a hora, agora com um craque holandês em campo, de o Fogão de Garrincha, Zagallo, Paulo César Caju e Gérson voltar a ser grande. Já passou da hora, aliás.

Outra equipe que sempre é apontada para ganhar tudo, mas geralmente não faz grande coisa é o Internacional, campeão da taça Piratini deste ano. A equipe de Dunga massacrou o pobre São Luiz, mostrando que o competente método Dunga começa a imperar. Vitórias difíceis, padrão de jogo bem definido, contra-ataques mortais. Com D’Alessandro, Forlán e Damião, é possível que o Internacional queira coisas maiores neste ano do que simplesmente voltar à Libertadores.

No paulistão, o Corinthians suou a camisa para vencer o Ituano em um Pacaembu onde a chuva não parava. Empurrado por mais de vinte mil fiéis, o Timão conquistou o triunfo de maneira cardíaca, fazendo um gol de cabeça segundos após perder um pênalti. Valeu pela alma da equipe, mas destaca-se também a má fase de Emerson, o cobrador do pênalti desperdiçado. No dia seguinte, o Santos, sem Neymar, suspenso novamente por simulação, jogou pouco, mas arrancou a vitória contra o modestíssimo Atlético Sorocaba. Pelo menos Montillo desencantou.

No clássico da rodada, zero a zero sem graça no primeiro tempo e emocionante no segundo. Mas não se enganem: a emoção só foi possível, pois Lúcio arrumou uma expulsão no mínimo infantil para si próprio. Resultado este que não tem relevância alguma. Destaques negativos para o nervosismo (de novo!) de Luís Fabiano, substituído para não ser expulso, para a saída de Ganso em um raro bom momento com a camisa tricolor e finalmente para a péssima pontaria alviverde, que impossibilitou uma vitória que teria sido maiúscula fora de casa.

 

Libertadores

Na quarta-feira, o Corinthians volta ao Pacaembu para tirar a forra contra o Tijuana. A promessa é de um show da fiel, que volta às arquibancadas do Pacaembu depois de um jogo com portões fechados. Com um time inconstante, Tite precisa fazer valer o mando de campo e o ímpeto da torcida para arrancar os três pontos de qualquer jeito. Qualquer resultado que não for a vitória complica muito o Timão na busca pelo Bi da América. O segredo para o triunfo novamente está em Danilo e Renato Augusto, responsáveis por ordenar as descidas ofensivas alvinegras. Se tudo der errado, o plano B é simples: bola do fundo para a cabeça de Guerrero, ele que se vire.

O São Paulo também quer reencontrar a vitória e para isso visita o Arsenal da Argentina. Sem Luís Fabiano, o jeito é ficar bem quietinho atrás e explorar a velocidade de Osvaldo para que nos contra-ataques ele possa matar o jogo. A verdade é que o time argentino é bem fraquinho, mas a maré são-paulina não parece nada favorável...

Palpites para o Meio de Semana:

SCCP 1 X 0 Tijuana

Arsenal 0 X 1 São Paulo

Strongest 1 X 1 Atlético-MG

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!