SOB CUSTÓDIA - Filmes das Férias: Batman The Dark Knight (Trilogia)

10/07/2013 15:57

 

Aproximadamente um terço das férias escolares já  se foi e, é de se esperar, que a quantidade de atividades dos estudantes já tenha diminuído drasticamente do primeiro ao presente dia. Sempre que isso acontece, é natural que o tédio venha habitar lares tão remotos. Para evitar a invasão da inércia, criou-se o cinema.

Os filmes que eu indicarei esta semana fazem parte da mais espetacular série cinematográfica sobre heróis em quadrinhos: A trilogia do Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan. Não me apegarei a detalhes técnicos para explicar o porquê da escolha dos filmes. Apesar de todos possuírem uma fotografia belíssima e uma intensidade de roteiro que beira a perfeição, a essência da série se baseia em seu conteúdo principal: O filme pelo filme.

Após sequências desastrosas – principalmente a dirigida por Joel Schumacher – parecia impossível que o herói de Gotham City recuperasse seu carisma. Muitas foram as versões em que Batman era um personagem caricato, sem alma, com vilões toscos e uma história confusa para um cenário pouco palpável.

Eis que Nolan surge, encara o desafio de criar um novo herói e ao longo de sete anos conquista o mundo. Desde a primeira experiência com Batman Begins, até o final épico de The Dark Knight Rises, o espectador nunca duvida da veracidade da história, nunca percebe claramente que Gotham City não existe e compreende seus vilões como nunca antes compreendeu.

Os vilões, aliás, são um show a parte. O Coringa de Heath Ledger é o ponto alto da trilogia. O ator incorporou perfeitamente o personagem e recebeu seu Oscar póstumo com muita justiça. Tom Hardy, o grandalhão Bane, conseguiu levar a um personagem aparentemente superficial, uma profundidade de ações quase impossível para um sujeito que teria em tese sua atuação prejudicada por uma máscara que cobria todas suas expressões. Além, é claro, do carismático Ra’s al Ghul, interpretado brilhantemente por Liam Neeson.

Para o próprio Batman, verificamos ao longo da saga que ele realmente é um símbolo. Ao final da terceira projeção, lamentamos que Bruce Wayne tenha passado a máscara adiante, mas sabemos que Blake receberá o fardo com a mesma disposição. Christian Bale é responsável não apenas por um Batman temível, mas por um Wayne sensível, capaz de enfrentar a morte dos pais e os maiores vilões do submundo de Gotham com a mesma fúria, raiva e também, sabedoria. Destaque também para as atuações emocionantes de Michael Caine no papel de Alfred.

Ao final da saga, podemos concluir que aquilo tudo é real, sólido, verossímil. Percebemos também o quanto a corrupção e a violência podem perturbar um ambiente ao ponto de criar uma criatura tão fascinante e perigosa quanto o Coringa. Percebemos também que é perfeitamente possível criar um universo de histórias em quadrinhos próximo de nossa realidade. É por isso que estamos aguardando ansiosamente o Homem de Aço, dirigido pelo competente Zack Snyder (Watchmen) e produzido pelo pai do novo Batman, Nolan. Se você não é tão apegado aos quadrinhos, não tem problema. O Cavaleiro das Trevas é uma trilogia que vai além do amor dos aficionados. É uma série de beleza e intensidade singulares.

 

Os filmes:
Batman Begins (2005)
Batman The Dark Knight (2008)
Batman The Dark Knight Rises (2012)

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!