SOB CUSTÓDIA - Em Memória da Luta

08/03/2013 17:25

 

Criado para homenagear a luta das mulheres europeias e americanas por melhores condições de trabalho e celebrado pela primeira vez em 28 de fevereiro de 1909 nos Estados Unidos, o dia internacional da mulher, apesar de atualmente significar uma data festiva e comercial, é o símbolo de uma grande luta do sexo feminino por respeito ao longo dos séculos.

Deixando de lado todo o cartaz de dia festivo, parabéns, presentes e comemoração, dedico humildemente este espaço para relembrar algumas das mais notáveis senhoras de nossa história recente.

- Marie Curie nasceu em 1867 e destacou-se em suas pesquisas científicas. Ganhou por duas vezes o prêmio Nobel, em 1903(dividido com o marido) por seus estudos na área da radioatividade e em 1911, pela descoberta dos elementos químicos rádio e polônio. Este último recebe esta denominação em homenagem ao país de origem de Curie, a Polônia. Morreu em 1934, vítima de leucemia, contraída por sua constante exposição à radiação.

- Eva Perón foi o maior nome feminino da política Argentina e possivelmente sul-americana.  Primeira dama, vice-presidente, oradora apaixonada. Comoveu multidões na Argentina e até hoje sua figura ecoa irretocável, com status quase de ser superior, de divindade. A identificação de Evita com seu povo foi tão grande, que até hoje ela surge como símbolo maior em defesa dos trabalhadores. Faleceu em 1952, com apenas 33 anos, passando do nível de pessoa, para o de lenda eterna.

- Superestrela, maior símbolo sexual de todos os tempos, uma das atrizes mais conhecidas da história do cinema. Marilyn Monroe foi polêmica e desafiou todos os limites femininos de sua época. Viveu inúmeras paixões e saboreou todas as emoções que uma pessoa poderia sentir. Aos 36 anos, passou da vida à eternidade, oficialmente vítima de uma overdose. Seu jeito, suas atitudes e extravagâncias ajudaram a causa feminina por mostrar todos os lados de uma mulher, sejam estes lados positivos, ou negativos.

- Margaret Thatcher foi primeira-ministra do Reino Unido durante 11 anos e ajudou o país a superar uma crise financeira e de identidade vivida pela nação britânica. A “Dama de Ferro” tornou-se popular por suas medidas econômicas de sucesso e por sua implacável determinação em vencer a guerra das Malvinas diante das forças armadas argentinas. Ainda viva, Margaret faz parte da câmara dos Lordes, titulo de nobreza honorífico concedido pela própria Rainha Elizabeth II.

- A primeira mulher a visitar o espaço foi Valentina Tereshkova. Em 1963 em missão pela antiga União Soviética, Valentina ficou durante 71 horas orbitando a Terra e entrou para a história da exploração espacial, inspirando muitas outras astronautas que vieram após ela. Atualmente é deputada da Rússia, representante do partido Rússia Unida.

Acaba aqui a singela homenagem deste espaço para todas as mulheres que graciosamente caminham ou caminharam sobre a Terra, lembrando-as de que a luta deve continuar todo dia, a todo instante, sem contentar-se em momento algum. Quando os direitos são alcançados e o respeito é conquistado, momentos únicos, como os vividos por estas mulheres são possíveis.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!