REGIÃO - Desenvolvimento de Araraquara é destaque na imprensa nacional

02/04/2013 14:11

 

 

Matéria do jornal Folha de S. Paulo, publicada no último domingo (31), enfoca desempenho econômico da cidade

No último domingo (31), Araraquara foi destaque em um dos mais importantes jornais do país. Matéria da Folha de S. Paulo, publicada no caderno Mercado, focou o bom desempenho econômico da cidade.

Araraquara figurou na série de reportagens “O Brasil que mais Cresce” e foi citada por estar entre as cidades mais desenvolvidas do Brasil, atrair grandes investimentos e possuir bons níveis de emprego e renda. O texto também menciona a expansão de empresas já instaladas na cidade.
Para o prefeito Marcelo Barbieri, a conjunção de diversos fatores contribui para o bom momento econômico da cidade. Entre eles destacam-se o incentivo e apoio do poder público, a localização privilegiada de Araraquara, a proximidade com produtores de matérias-primas, a infraestrutura local e a mão-de-obra qualificada. “A soma desses fatores vem atraindo grandes empresas como a indiana JBF Industries e a gaúcha Randon”, pontua. O anúncio das empresas foi feito no ano passado, na presença do governador Geraldo Alckmin. 
Com investimento de R$ 1 bilhão, a JBF local será a maior fábrica de BioMeg no mundo. O material é feito a partir da cana e é usado na fabricação de garrafas PET. A empresa indiana é uma das principais fornecedoras dessas embalagens para a Coca-Cola.
A nova planta da JBF Industrieis será construída próximo à Rodovia Washington Luís, na Região Sul de Araraquara, e irá gerar cerca de 1,6 mil empregos, entre diretos e indiretos. A estimativa de produção, prevista para começar em 2015, é de 500 mil toneladas por ano.
Já a Randon investirá R$ 500 milhões na unidade local, que produzirá vagões e semirreboques canavieiros. Segundo a expectativa da empresa, a fábrica deve entrar em funcionamento em 2017 e gerar cerca de 2 mil empregos diretos.
A Randon vai instalar-se em uma área localizada na antiga Estação do Ouro, próximo ao Jardim das Hortênsias.
O setor de energia também aparece em destaque. "A instalação da Subestação 2 da Araraquara Transmissora de Energia S/A, no valor de R$ 3 bilhões, vai transformar o município em um dos maiores polos geradores de energia do país", acrescentou o prefeito.
A Folha de S. Paulo cita ainda os aportes feitos pela Cutrale, Heineken e Lupo nas fábricas de Araraquara, que vêm impulsionando o crescimento da cidade, cujas exportações bateram recorde histórico em 2012, com mais de US$ 1,1 bilhão.
"Araraquara tem atraído grandes investimentos por sua posição geográfica, características históricas, além da economia forte e em desenvolvimento. Vamos continuar buscando novas empresas e investidores para a cidade, a fim de melhor ainda mais a qualidade de vida da população", garantiu o prefeito Marcelo.
A série "O Brasil que mais Cresce", iniciada em março de 2012, foca os municípios ou regiões do Brasil que são ilhas de excelência, com desempenho econômico acima da média e que se desenvolvem em ritmo acelerado. A série "O Brasil que mais Cresce", iniciada em março de 2012, foca os municípios ou regiões do Brasil que são ilhas de excelência, com desempenho econômico acima da média e que se desenvolvem em ritmo acelerado.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!