ARARAQUARA - Prefeito se reúne com representante do Ministério da Cultura

01/04/2013 10:50

 

 

O prefeito Marcelo Barbieri, na tarde de hoje (28), recebeu Valério Bemfica, chefe da Representação Regional de São Paulo do Ministério da Cultura (MinC), para uma reunião sobre o Vale Cultura, que tem por objetivo promover a universalização do acesso e fruição de bens e serviços culturais, estimulando a visitação a estabelecimentos e serviços culturais e artísticos e incentivando o acesso a eventos e espetáculos.
A reunião foi acompanhada pelo secretário municipal da Cultura, Renato Haddad; o presidente da Fundart, Pedro Vono; a presidente do Conselho Municipal da Cultura, Renata Crespi – entre outros.

Bemfica, antes do encontro com o prefeito, visitou o Palacete das Rosas Paulo A.C. Silva, onde teve contato com a equipe da Secretaria Municipal da Cultura. O secretário e o presidente da Fundart reuniram todos os coordenadores, gestores e gerentes da Secretaria para discutir a implantação de diversos projetos do Ministério da Cultura.
No encontro com Marcelo, Bemfica discorreu sobre as ações do MinC, centrando a temática no Vale Cultura – assunto que foi abordado por ele na Câmara Municipal, no período da noite. 
O prefeito convidou Bemfica para participar da reunião da APREC – Associação dos Prefeitos da Região Central do Estado de S. Paulo, a fim de explanar sobre o Vale Cultura com os prefeitos da região. O convite foi prontamente aceito e a previsão é que a reunião seja realizada em maio.
“Conte com a gente. Estamos apoiando as ações do MinC, assim como a presidente Dilma e o vice-presidente Michel Temer e queremos aumentar essa parceria”, afirmou o prefeito.

Vale Cultura 

De acordo com a lei, os trabalhadores contratados em regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) que recebem até cinco salários mínimos poderão receber um vale mensal de R$ 50,00 para gastar em eventos ou produtos culturais.
Somente receberão o benefício os empregados das empresas que aderirem ao projeto. O trabalhador terá um desconto de até 10% (R$ 5) do valor do vale. A empresa paga os R$ 45,00 restantes. O funcionário pode optar por não receber o valor. 
Segundo Bemfica, o Vale poderá ser gasto na compra de ingressos para shows, cinema, teatro, circo e também na aquisição de produtos como livros, DVDs, instrumentos musicais e revistas, ou aulas de arte – entre outros. “Quem não gastar os R$ 50 em um mês, pode acumular a quantia para o mês seguinte”, lembrou.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!